terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Comunicado Aberto FEMEMG - Direito Autoral Sítio do Rod

A FEMEMG, entidade filiada à CBME, atendendo à solicitação do Sr. Gustavo Piancastelli, sócio-fundador do CEM, vem se manifestar através desta comunicado.
 
O mesmo alega que a via "Decapitados", de sua co-autoria, recebeu uma intervenção não autorizada. Alega que foi retirado um grampo e foram colocadas 2 chapeletas no lugar, conforme exposto por ele em sua página na rede social Facebook: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=715672045110203&set=a.715658708444870.1073741889.100000022417511&type=1&theater
 
A FEMEMG segue os princípios éticos estabelecidos pela CBME e de mínimo impacto, consolidados no documento entitulado "Pega Leve", desenvolvido pelo CEU, e disponível no site: http://www.pegaleve.org.br. Deste documento, destaca-se:
 
"Não acrescente nem remova grampos das vias existentes, a menos que você tenha autorização do conquistador ou do clube responsável pela manutenção da via. Mesmo nesse caso, estude cuidadosamente se a alteração é mesmo necessária. Se tiver qualquer dúvida, discuta o assunto com outros escaladores experientes, que estejam familiarizados com aquela via."
 
Alternativamente, caso não seja possível contactar os conquistadores ou clube responsável pela via, leve o assunto para a comunidade local para que a decisão seja tomada como um consenso comum.
 
Como não foi este o caso, a FEMEMG repudia esta ação. A intervenção de vias (sem a devida autorização) fere o direito autoral e o direito ao desafio natural e a liberdade de conquista.
 
O denunciante, co-autor da via, embora descontente com a intervenção, entende que uma segunda intervenção na via, com o objetivo de restaurar seu estado original, irá degradar ainda mais a rocha.
 
Isto posto, nenhuma intervenção física deve ser realizada na referida via. Entretanto, cabe o aviso de que, embora não existam leis ou regras bem estabelecidas, deve-se observar sempre a ética e o direito autoral, uma vez que qualquer intervenção degrada a rocha de forma definitiva.
 
Este é o nosso posicionamento.
 
Conselho de Ética da FEMEMG